terça-feira, 31 de maio de 2011

Cicatrizes – Ilustração


 Sentei-me, uma tarde, num parque do Norte da Inglaterra, ao lado de um velho mineiro aposentado. Notei que ele tinha uma longa cicatriz na face esquerda, que atravessava todas as rugas de seu rosto. “Sofreu algum acidente nas minas?”, perguntei-lhe. Um brilho estranho veio aos seus olhos, enquanto respondia: “Não, moço, esta cicatriz foi deixada por uma garrafa quebrada, quando na minha mocidade seguia o general William Booth, fundador do Exército da Salvação. Tenho orgulho desta cicatriz”.

Quando leio as Escrituras e encontro o versículo desta meditação, recordo, envergonhado, quão diminuto têm sido meus esforços e quão fraca, a minha resistência contra o mal, em nome de Jesus Cristo. A cicatriz honrosa que aquele homem trazia no rosto era, sem dúvida, “resistência até o sangue”. A maioria de nós não precisa, hoje em dia, sofrer a tal ponto, mas se quisermos realmente avaliar nossa resistência ao pecado e ao mal, temos de olhar para a cruz de Cristo e lembrar que Ele morreu para que tivéssemos vida. Não devemos nos alegrar pela Sua obra redentora em nossas vidas e ter orgulho dos conflitos que enfrentamos em seu nome?

William Walton (Inglaterra)

Fonte: Maxmode

A influência de Rick Warren e John Piper sobre líderes evangélicos do Brasil

Apesar de receber algumas críticas pelo livro Uma Vida Com Propósitos, Ricky Warren tem ajudado diversos pastores com o livro “Igrejas Com Propósitos”, levando a ideia da plantação de igrejas baseado nos princípios do seu livro de comunhão, discipulado, adoração, ministério e evangelismo.

Na América Latina esse livro ajudou muitos pastores também, um deles é Juan Carlos Flores, presidente da fundação de liderança e Inovação Liderinnova desde 2002, juntamente com sua esposa Orietta Oreamuno começaram a ensinar e compartilhar todos os ensinamentos e recursos globalmente do paradigma desse livro dentro e fora da Costa Rica, principalmente aos países de fala espanhola.

A fundação já tem alcançado o México, Costa Rica, Colômbia, Argentina, Venezuela. A fundação promoveu uma conferência em 2007, na Venezuela, em que centenas de pastores e líderes cristãos se reuniram para falar do paradigma da Igreja Com Propósito, e trazer saúde às Igrejas para um crescimento natural.

No Brasil, o movimento de plantação de Igrejas baseado nesse modelo veio em 1998, quando o livro foi publicado. Em 2008 o modelo já havia sido adotado por mais de 500 congregações. O modelo tem satisfeito gente que busca uma maneira de conciliar a institucionalização com a espiritualidade.

“É uma proposta de crescimento espiritual. O crescimento numérico é apenas consequência,” disse o pastor batista Carlito Paes, presidente do Ministério Propósito fundado no Brasil, em 2002.

Um exemplo de sucesso foi a Primeira Igreja Batista de São José dos Campos, que pulou de 600 para mais de 3 mil membros.

Mas apesar dos bons resultados o pastor Ricky Warren é considerado por muitos pastores como um pregador sem muita soliz. Essa é a opinião de Augustus Nicodemus Lopes, pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil.

“Eu sou mais da linha do John Piper, pois ele é mais reformado doutrinariamente. Ele tem mais solidez bíblica do que Rick Warren. E o Rick Warren é mais voltado para o crescimento da Igrejas, ele é muito pragmático nas colocações dele,” disse.

Quem também concorda com ele é outro pastor presbiteriano, o reverendo Leandro Lima que também disse que o Jonhn Piper é mais consistente, que ele tem uma teologia muito mais sólida do que o Rick Warren. “O livro de Rick Warren é bom, ajuda os Cristãos a buscarem um propósito para as suas vidas.”

Ele apontou que uma limitação do livro é que ele fala pouco sobre a “redenção, da mensagem da salvação cristã que tem a ver com a cruz de Cristo.” E ele concordou que o Rick Warren tem uma perspectiva mais pragmática, e o Piper tem uma perspectiva mais cristocêntrica.

Dr. Davi Charles Gomes, Professor da Universidade Mackenzie, acredita que o livro tem uma proposta central de uma vida organizada com Deus é “muito correta e muito boa. No começo ele estava trazendo uma ênfase que estava meio perdida e me agradei muito.”

No entanto, Gomes percebeu que com o passar dos anos, isso foi virando “um movimento onde ter propósito se tornou o propósito principal. Ser uma Igreja com propósito virou um propósito em si, ai eu me preocupei.”

Para ele Rick Warren é “o mais popular, e o que é mais respeitado é o John Piper.” Ele diz que uma explicação para a sua popularidade foi o fato de ele ter um apelo de várias estirpes de Igrejas, de diferentes denominações.

O Jhon Piper, segundo ele, é mais sério e comprometido com a palavra, e tem uma posição mais
 conservadora teologicamente.

Fonte: Gospel Prime

Com informações The Christian Post

Cristão, dono de lojas de brinquedos se nega a vender produtos de Harry Potter


Gary Grant é cristão e dono de uma grande rede de lojas de brinquedos no Reino Unido. Sua loja tem chamado atenção da mídia local porque ele se nega a vender produtos do bruxo Harry Potter.

Apesar da reclamação de seus clientes, Grant disse que nunca vendeu, nem venderá qualquer produto dos filmes em seus estabelecimentos e que não se tornará responsável por “atrair crianças ao ocultismo”.

Ao jornal Daily Mail a cliente Jennifer Gledhill declarou que não gostou da posição da empresa quando chegou à loja com seu filho de oito anos e ficou sabendo que eles não vendiam o Lego do bruxo.

“Pedi ajuda ao gerente para encontrar o Lego do Harry Potter e ele disse: ‘Somos uma loja cristã e não queremos ensinar esse mal para as crianças’. Me senti insultada, como se eu estivesse querendo ensinar maldades ao meu filho.”

Grant se defende dizendo que não quer “empurrar” seus valores cristãos para seus clientes, mas não abrirá mão deles para satisfazê-los.

Além dos produtos do bruxo mais famoso do mundo o dono da Entertainer também não vende produtos do Trolls (personagens com poderes místicos e mágicos) e nem produtos de Halloween.

Fonte: Gospel Prime

Com informações CPAD News

Esse sim é crente, e pode chamar de fanático mais pra mim é um crente fiel. 
Marcos Melo

Força Jovem da Bahia forma mais de 200 alunos em cursos profissionalizantes


A Igreja Universal do Reino de Deus, através do Força Jovem do Estado da Bahia, promoveu cursos de profissionalizante para cerca de 230 alunos que se formaram recentemente.

O Projeto Jovem Nota 10 oferece cursos gratuitos nas áreas de Telemarketing, Marketing Pessoal, Organização de Eventos, Inglês, Espanhol e Informática Básica. O objetivo da IURD é preparar esses jovens para ingressarem em uma carreira de sucesso.

Na formatura dessa turma todos estavam devidamente vestidos com trajes de formandos, e receberam uma oração do Bispo Jadson Santos, responsável pelo trabalho da IURD, no estado. O evento foi realizado no Cenáculo do Espírito Santo, próximo ao Iguatemi.

Patrícia Moreira, de 15 anos, foi uma das formadas, ela aproveitou e realizou todos os cursos oferecidos pelo Jovem Nota 10. Segundo ela, o curso lhe possibilitou trilhar os primeiros passos rumo ao sucesso.

“Essa formatura representa pra mim um ponto de partida, na qual me abriu novos horizontes. Estou muito mais estimulada a buscar conhecimento e ampliar as minhas chances no mercado de trabalho que anda cada dia mais competitivo”, reconheceu Patrícia, que acredita que essa é a hora de investir no futuro dela.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Arca Universal

Pastor desliga-se da Igreja Betesda por ser orientado a aconselhar e aceitar união gay


O pastor Edney Melo, da Igreja Betesda de Fortaleza (CE) comunicou seu desligamento com a igreja de Ricardo Gondim por diversas divergências de pensamento, acerca de temas como a volta de Jesus, a ressurreição e também sobre a posição da igreja sobre aceitar casais homossexuais e ainda pedir aos pastores que façam aconselhamento de casais como se fossem casais heterossexuais.

Melo estava a 24 anos no ministério, mas tomou a decisão de sair e escreveu em seu blog suas razões. Uma delas é que, segundo ele, as características da Betesda têm mudado, “tem adquirido características institucionais e de pensamento, que, a princípio, apenas demonstravam sua pluralidade”.

Outro motivo seria discordar da orientação de aconselhar casais homossexuais. “No entanto, ano passado, em conversa com um dos principais pastores da Betesda, eu o ouvi falar de uma reflexão que estava sendo feita sobre a questão homossexual, que, deveria ser considerada pela igreja, normal. Inclusive, disse ele estar disposto a aconselhar casais homossexuais em sua comunidade, como se foram héteros, com a restrição de não serem promíscuos.”

O pastor também escreveu em seu blog que outro motivo que o levou a se desligar do ministério de Gondim foi não aceitar o fato da liderança da Betesda ter questionado as doutrinas da ressurreição e da volta de cristo “A partir daí, passei a ter uma série de conversas com a liderança cearense da Betesda, com quem questionei esses e outros pressupostos, contidos no consciente coletivo da igreja, como a volta de Jesus, a ressurreição e outras questões que considero irrefutáveis.”

Confira o texto na íntegra:

Percebendo o tamanho da repercussão com relação ao meu desligamento da Betesda, decidi romper o silêncio. Não sou neófito ou irresponsável. Sou pastor de uma comunidade punjante, bonita, leve e com características únicas, como qualquer comunidade cristã nordestina, que luta pela própria sobrevivência e pretende levar a sério seu amor a Jesus, o Nazareno e à sua mensagem da Cruz.

Estive, há 24 anos na igreja Betesda. Fui, durante seus momentos mais difíceis, um de seus principais elaboradores, mantenedores emocionais, um ferrenho lutador. Em todos esses anos, sob a tutela de Allison Ambrósio, que me ensinou a ser líder. Amei, trabalhei, orei e me empenhei por essas comunidades com afinco por muitos anos. Formei líderes, cuidei de novos membros e tenho tido meus melhores amigos ligados à Betesda. Tenho autoridade para falar da Betesda em todos os seus segmentos. Conheço a fundo sua estrutura e seus bastidores mais discretos. Eu conheço essa igreja como a palma de minha mão. E, infelizmente, hoje, eu a percebo tão cruel quanto qualquer instituição religiosa. Pensamentos novos em práticas antigas.

Procurarei não ser ofensivo em minhas próximas palavras, diferentemente do que tem acontecido contra mim. Isso me admira muito, visto que a idéia da tolerância, da compreensão e da graça, sempre foram alardeadamente pregada nos ambientes da Betesda. Uma igreja não é constituída, ela é formada, estabelece-se, desenvolve-se e vai assumindo características que a identificam e a solidificam no decorrer dos anos. Assim, a Betesda, minha amada igreja, também tem mudado. Tem adquirido características institucionais e de pensamento, que, a princípio, apenas demonstravam sua pluralidade. Com o passar dos anos, não havia mais pensamentos plurais, mais opostos. Mas percebo, que, o que começou a se desenvolver, foi um grupo de pessoas confusas, teológica e institucionalmente. Agi como podia. Mas as questões levantadas, as palestras ministradas, sempre desconstruíam, mas tinham uma proposta construtiva incipiente.

Com a morte do Pastor Allison, mesmo sem perceber, comecei a perder o afinco e o amor que tinha pela instituição. Mesmo assim, tentei segurar os fios que ligavam sua frágil estrutura, inclusive, mentoreando novas lideranças. No entanto, ano passado, em conversa com um dos principais pastores da Betesda, eu o ouvi falar de uma reflexão que estava sendo feita sobre a questão homossexual, que, deveria ser considerada pela igreja, normal. Inclusive, disse ele estar disposto a aconselhar casais homossexuais em sua comunidade, como se foram héteros, com a restrição de não serem promíscuos. 

A partir daí, passei a ter uma série de conversas com a liderança cearense da Betesda, com quem questionei esses e outros pressupostos, contidos no consciente coletivo da igreja, como a volta de Jesus, a ressurreição e outras questões que considero irrefutáveis.

Quando essas questões, durante esse ano, começaram a ser expostas no youtube e em revista de circulação nacional, novamente me posicionei. Percebi, então, que estávamos completamente divididos dentro da própria instituição. Falávamos ser uma comunidade de pensamento polifônico, mas, na verdade, tornamo-nos um ajuntamento destoante de instrumentistas. Nossos púlpitos e nossas conversas nos encontros são incongruentes. Parece haver diálogo. Mas, na verdade, o que existe é um grupo que elabora questões elevadas, um outro que finge que concorda, outro que finge que entende e a igreja perdida, sem referenciais. Todos os limites entre estes grupos começaram a se confundir, mudando a imagem pública da Betesda, que não sabe se é ou não evangélica. Quem discorda dos pensamentos elaborados, ou não entendeu ou é fundamentalista. Rótulos e jargões,são detestados mas apenas criaram-se novos, de acordo com novos pressupostos.

Eu decidi sair em silêncio, não por ser dissimulado, maquiavélico, traidor. Eu conheço o meu significado para a Betesda e sabia que traria uma grande repercussão. Tentei preservar os que são ligados a mim do rótulo de conspiradores. Tentei preservar minha comunidade de reuniões intermináveis. Ela cobrava de mim uma posição a tempos. E, obviamente, precisei fazer isso com o mínimo de planejamento. Eu o faria com mais calma. Tive que acelerar o processo, por causa da notícia, que me chegara, de que oito pastores estavam querendo se organizar para algum tipo de decisão. Por isso, quase imediatamente, quis sair. Não queria ser envolvido em nenhum racha. Quanto à minha comunidade já ter um nome, isso não foi planejado exaustivamente. Não queríamos ser conhecidos como dissidentes. Queríamos ir em direção à nossa própria identidade. Em um dia, concordamos com o nome: Comunidade de Cristo Maranata. Peço perdão aos que me amam. Mas tomei essas decisões para sua preservação.

A minha saída é a minha última mensagem para a Betesda. Gostaria que ela tivesse re-avaliado suas posturas, sua repercussão pública com mais respeito a quem pensa diferente. O futuro da Betesda não será a polifonia, será a solidão. Se, não houver uma profunda reformulação de pensamento e jornada. 

Não gostaria de ser procurado. Minha maior atitude e sinal de coerência é minha partida, com os meus.

Em paz, mas em jornadas diferentes.

EDNEY MELO

Confira o texto no blog aqui.

Fonte: Gospel Prime

Pastor Marcos Pereira salva homem do “tribunal” do tráfico


O pastor Marcos Pereira, da igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, salvou um bandido do “tribunal do tráfico” na manhã do último domingo, 29, no Rio de Janeiro.

Jorge Osmar Anastácio Ventura, de 54 anos, seria julgado pelos traficantes do Vidigal por ter atirado, na sexta-feira, no pedreiro Sebastião Isidoro Moreira Filho, de 35 anos, que ainda está hospitalizado.

Após o crime, Jorge Osmar foi capturado pelos traficantes e amarrado com fita crepe em matagal próximo à favela. No domingo os moradores da comunidade chamaram o pastor que chegou na hora do “julgamento” e conseguiu evitar que o atirador recebesse a condenação.

“Joguei os demônios dos bandidos no chão e saí com o homem”, afirmou o pastor, que, em seguida, levou o criminoso à delegacia, com um advogado da igreja.

Jorge confessou o crime e também admitiu que praticava roubos na região. Ele já havia sido condenado por tráfico de drogas e roubo, cumprindo nove anos de prisão. Sua prisão preventiva saiu no mesmo dia, e agora ele irá responder por roubo e tentativa de homicídio.

Fonte: Gospel Prime

Com informações O Dia

Dizer que Deus é soberano é o mesmo que dizer que ele é o responsável pelo orgasmo de um pedófilo, afirma Gondim


O pastor Ricardo Gondim concedeu uma entrevista ao jornal O Povo, na sexta-feira, onde reafirma seus posicionamentos sobre os direitos civis entre homossexuais, sobre a não soberania de Deus e também sobre o artigo intitulado de “Deus nos livre de uma país evangélico.

Foram essas palavras que lhe custaram o posto de colunista da revista Ultimato, publicação com a qual colaborou durante quase 20 anos, e várias críticas por parte dos evangélicos.

Nesta entrevista o pastor da Igreja Betesda afirma que não acredita que Deus esteja soberano de tudo porque isso incluiria o controle de Deus sobre “até o orgasmo, o gozo do pedófilo, ou os horrores de Auschwitz (um dos mais conhecidos campos de concentração nazista)”.

Ricardo Gondim também critica as atitudes da bancada evangélica em Brasília para barrar a votação de direitos para homossexuais.

Leia a entrevista:

OPOVO – O senhor causou polêmica ao defender publicamente a regulamentação de uniões homoafetivas no Brasil. O senhor mantém esse pensamento?

Ricardo Gondim – Não é uma questão de pensamento. É uma questão de lógica e eu repito o que disse. Em um estado laico, a lei não pode marginalizar ou distinguir homens ou mulheres que se declarem homoafetivos. Há que se entender que num estado laico não podemos confundir teologia, convicções pessoais, com o ordenamento de leis de um país. Não podemos impor preceitos religiosos para toda a sociedade civil. Se os preceitos são meus, você tem o direito de não adotá-los. Foi assim que me posicionei sobre essa questão do STF, que, a meu ver, agiu corretamente garantindo o direito de um segmento de nossa sociedade.

OP – Além do posicionamento a favor da regulamentação de uniões homoafetivas, há outros pontos polêmicos em declarações recentes suas. Uma das críticas que setores evangélicos fazem ao senhor diz respeito à sua opinião sobre a soberania Divina. Eles dizem que o senhor passou a pregar que Deus não é soberano.

Ricardo – O que acontece é que eu descarto a teologia que se difundiu sobre a soberania de Deus. Por essa teologia, Deus tem o controle absoluto de todas as coisas. E as pessoas não estão dispostas a entender que o corolário desse pensamento, o que dele decorre, é que até o orgasmo, o gozo do pedófilo, ou os horrores de Auschwitz (um dos mais conhecidos campos de concentração nazista) estão na conta de Deus, sob a alegativa de que Ele é soberano. Se as pessoas estão dispostas a entender assim, esse Deus é um monstro, não um Deus de amor. A minha leitura da Bíblia é a partir de Jesus Cristo, que é um Deus de amor, e não de Deus títere, que é responsável por chacinas, atrocidades, limpezas étnicas. A história segue não porque Deus a controla, a história segue porque somos personagens livres e nos comportamos com desobediência à vontade de Deus. É por isso que existem a miséria, os crimes, a exclusão. Porque Sua vontade é contrariada. As pessoas não estão dispostas a lidar com esses conceitos, preferem se amparar na Soberania, que nos rouba a nossa responsabilidade na história.

OP – Recentemente, o senhor publicou no seu site o artigo Deus nos livre de um Brasil evangélico (leia trechos ao lado), onde demonstra o seu temor que o segmento chamado Movimento Evangélico chegue ao poder no Brasil e aponta uma série de razões para isso. Como esse artigo foi recebido?

Ricardo – Foi muito mal recebido. Porque há, sim, um segmento no Brasil, que se auto-denomina Movimento Evangélico, que difunde a ideia de que se os evangélicos se multiplicarem no País, se houver um número suficiente para dominar a política, as leis, se chegarem ao poder, o Brasil será um País melhor. Isso é um ledo engano. O Brasil não se tornará melhor com o crescimento do Movimento Evangélico. Porque esse crescimento não significa por si só o crescimento dos valores do Reino de Deus, que são a justiça, a inclusão que dos que estão à margem, o amor. Esses valores não são prioridade para o Movimento Evangélico. Até porque, o número crescente de evangélicos também estará absorvendo outros valores como a cobiça, a injustiça social, o desejo de crescimento financeiro e de poder. Esta última tentativa de interferência no ordenamento do STF é um exemplo desse projeto de poder.

OP – O senhor se refere à votação da regulamentação das uniões homoafetivas?

Ricardo – Sim. Eles ficaram numa campanha interna, enviando mensagens pressionando os ministros para que votassem contrários à união homoafetiva. E ficavam conclamando seus fieis para fazer o mesmo. Isso em um estado laico é um absurdo. A mesma coisa está acontecendo agora no Congresso Nacional.

OP – O senhor fala da atuação da bancada evangélica na suspensão, por parte do Governo Federal, da distribuição do kit anti-homofobia nas escolas?

Ricardo – Exatamente. Falo de uma das maiores aberrações éticas que já surgiu neste País nos últimos tempos. Em nome de blindar um ministro que está suspeito de enriquecimento ilícito, que está tendo que explicar o aumento meteórico de seu patrimônio, negociou-se a questão do kit anti-homofobia. Isso mostra do que esta bancada, que se diz evangélica, que diz representar os evangélicos, está disposta a negociar. Em nome desse projeto de poder que eu falei anteriormente, negociou-se um projeto de grande valor para esse País. Isso é lamentável, completamente lamentável.

OP – O senhor encontra ressonância para esse tipo de discurso na comunidade evangélica ou sua fala – assim como o pensamento por ela representado – é dissonante?

Ricardo – Não é dissonante, de maneira nenhuma. Existe um grande grupo que concorda com esse pensamento e que caminha nessa linha. Embora eu esteja em baixo de grande percepção por conta de grupos intolerantes e fundamentalistas, tenho me surpreendido com o número de evangélicos que me dizem para continuar.

OP – O senhor se arrepende de ter se manifestado publicamente sobre essas questões?

Ricardo – Não. Absolutamente. Eu continuo repetindo o que disse. As minhas convicções não são intempestivas, são frutos de amadurecimento teológico. O estado é laico, e é importante que se mantenha assim. Num estado laico todos os grupos são protegidos, até os religiosos.

Fonte: Gospel Prime

Entrevista concedida ao Jornal O Povo

segunda-feira, 30 de maio de 2011

“O Amor está no Ar” de Cassiane e Jairinho esgota em apenas dois dias


A Sony Music lançou nesta semana o novo CD da dupla Cassiane e Jairinho, O Amor Está no Ar, álbum com estilo romântico voltado para casados e para namorados.

De acordo com o diretor da Sony Music, Maurício Soares, a primeira tiragem deste CD se esgotou em apenas dois dias. “Também nesta semana lançamos o CD “O AMOR ESTÁ NO AR” com Cassiane e Jairinho. E não é que a 1ª tiragem esgotou-se em 2 dias apenas?” surpreendeu-se o diretor.

O novo trabalho do casal Cassiane e Jairinho consegue abranger vários públicos. Com canções modernas e ritmos variados o CD atrai até mesmo o público teen.

Fonte: Gospel Prime

Bancada evangélica fez o correto ao trocar suspensão do kit gay por omissão no caso Palocci? Opine!


A tática usada pela Frente Parlamentar Evangélica (FPE) para que o material do Ministério da Educação conhecido com “Kit Gay”  não fosse entregue nas escolas públicas gerou muita polêmica no meio cristão.

As cartilhas e os vídeos que, para muitos, incentivariam os alunos de escolas públicas a serem homossexuais, só foram suspensos pela presidente Dilma Rousseff porque as bancadas evangélica e católica ameaçaram cobrar explicações sobre as movimentações financeiras do ministro da Casa Civil, Antonio Palocci.

O ministro está envolvido em uma investigação financeira, seu patrimônio cresceu cerca de 20 vezes nos últimos quatro anos. Se a presidente não tivesse retirado o kit gay a FPE chamaria Palocci para explicar essa movimentação atípica em suas contas bancárias.

Um dos que se manifestaram sobre esse assunto foi o pastor Marcelo Lemos Gonçalves da Igreja Anglicana Reformada, em seu blog, apesar de comemorar a suspensão do kit do MEC, o pastor não apoiou os meios que os parlamentares evangélicos usaram para conseguir esse feito.

“O Kit não caiu por se provar que o mesmo não cabe em nossa sociedade, mas sim porque a Bancada Evangélica vendeu-se a já famosa corrupção Brasileira,” escreveu o pastor.

O pastor parte daquela premissa de que os fins jamais devem justificar os meios.
“Que vergonha senhores políticos de GEZUIS!(sic) Quer dizer que vão fechar os olhos para a corrupção apenas para aprovar um projeto pessoal? Quer dizer que estão mais preocupados com o tal Kit que com o dinheiro supostamente roubado dos pobres e das viúvas?”

Outro blogueiro que escreveu sobre o assunto foi o assembleiano Gutierres Siqueira, do blog Teologia Pentecostal, ele também não apoia essa “barganha” que fizeram com a presidente.
“Meu Deus! Não se corrige um erro com outro grande erro! Até quando veremos os deputados evangélicos nos levando a vergonha?” escreve.

Na sua opinião, a bancada evangélica fez o correto? Opine!

Fonte: Gospel Prime

Haddad afirma que o “Kit gay” será reformulado e lançado até fim do ano



O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que kit anti-homofobia será reformulado e enviado a professores da rede pública de ensino até o fim deste ano. O anunciou foi feito aos jornalistas nesta sexta-feira, 27, na cidade de São Paulo.

Nessa data o material já havia sido suspenso pela presidente Dilma Rousseff depois da pressão que a bancada evangélica e católica fizeram no governo, ameaçando até convocar o Ministro da Casa Civil,
Antonio Palocci, para depor sobre seu enriquecimento atípico nos últimos quatro anos.

A decisão da presidente é que de agora em diante todo o assunto de ordem comportamental terá que passar por uma análise pela Secretaria-Geral da República.

Mas Haddad já está garantindo que os vídeos do projeto serão refeitos e distribuídos a professores do ensino médio. O ministro disse também que as mudanças no chamado “kit-gay” não vão onerar o estado, uma vez que o convênio firmado entre o MEC e as ONGs responsáveis pelo kit previa a possibilidade de alterações.

“O custo original de 1,8 milhão de reais inclui quantas reformulações forem necessárias.” O kit contém três vídeos e uma cartilha. Até agora, a produção envolveu gastos com pesquisa, produção e gravação dos vídeos, além da realização de seminários para treinamento de cerca de 200 pessoas no final de 2010.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Veja

Estado americano processará pais que não levam os filhos ao médico por crer na “cura pela fé”


O estado americano de Oregon passará a punir os pais que não quiserem levar os filhos ao médico por crer em “cura pela fé”. Isso se a lei, que foi elaborada pelos parlamentares e já aprovada pelos Senadores, também for aceita pelos deputados.

O projeto de lei pretende invalidar a defesa jurídica de “cura pela fé”, defesa apresentada muitas vezes por pais que se justificam assim para explicar à justiça porque não levaram seus filhos ao médico antes que ele morresse.

Oregon tem cerca de 4 milhões de habitantes, nos últimos anos tem havido muitos casos de morte de crianças por motivo religioso, pois fiéis da seita Seguidores da Igreja de Cristo são orientados por pastores a não levarem seus filhos aos médicos e a hospitais “porque Deus providenciará a cura”.

Com a nova lei, esses religiosos não mais poderão, na Justiça, alegar que recorreram à cura pela fé e, no caso de morte, serão acusados de assassinato.

Esse projeto de lei ocorre no mesmo momento em que a Justiça tenta julgar o casal Timothy e Rebecca Wyland por maus-tratos. Eles se recusaram a levar ao médico sua filha de 18 anos com problema nos olhos.

A moça acabou recebendo tratamento em decorrência de uma decisão judicial e assim se livrou de ficar cega.

No cemitério mantido pela seita há um grande número de lápides de crianças, fato que chama muita atenção.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Paulopes

SBB comemora 100 milhões de Bíblias produzidas


A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) comemorou no dia 26 de maio a produção de 100 milhões de Bíblias.

A festa aconteceu na Gráfica Bíblia localizada na cidade de Barueri.

A marca mundialmente inédita foi muito aguardada, a empresa instalou um dispositivo digital nas máquinas da unidade de encadernação para fazer a contagem regressiva até o tão esperado centésimo milionésimo exemplar. A Bíblia símbolo dessa marca foi justamente uma edição comemorativa, alusiva a essa conquista.

A publicação é composta por duas traduções: a Tradução Brasileira, uma tradução histórica, de 1917, a primeira a ser feita totalmente no Brasil, e a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, tradução pioneira, lançada no ano 2000, responsável por trazer o conteúdo bíblico em uma linguagem mais simples e fácil de ser compreendida pela população brasileira.

“Trata-se de um momento histórico. Celebramos hoje os 100 milhões de Bíblias que Deus nos concedeu para a semeadura de sua Palavra a todas as nações”, disse emocionado o presidente da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), Adail Carvalho Sandova.

Na ocasião cerca de 100 pessoas estavam presentes entre funcionários da organização, membros da Diretoria da SBB, além de jornalistas e lideranças religiosas.

Fonte: Gospel Prime

Com informações SBB

Pastor acredita que tatuagem de Justin Bieber pode espalhar o evangelho no mundo


O Pastor Kyle Steven Bonenberger da City Church em Anaheim, Califórnia aprovou a tatuagem que o cantor Justin Bieber fez debaixo do braço como o nome de Jesus escrito em hebraico. Para ele esse desenho é uma poderosa maneira de falar para o mundo “Eu sigo Jesus”.

A tatuagem foi exibida em fotos de paparazzi durante essa semana, quando o cantor teen e sua namorada, Selena Gomez, aproveitavam uma praia no Havaí. Bieber tatuou Yeshua verticalmente na porção superior de sua caixa torácica ao lado esquerdo.

Sobre essa polêmica de cristão não poder fazer tatuagem,  Bonenberger, que fez a sua primeira tatuagem do logo de sua Igreja, reconheceu que o principal argumento cristão é o versículo popular de Levíticos que diz que as pessoas não podem marcar seus corpos.

“Levíticos não se trata sobre não marcar o corpo, mas isso é mais sobre fazer coisas relacionadas à práticas de seita de hoje,” explica o pastor de 27 anos ao Christian Post.

Para ele a tatuagem é um memorial para cada pessoa. “Eu trato isso como um memorial. No livro de Josué mais e mais pessoas de Deus fazem memoriais para se lembrarem de algo que Deus fez em suas vidas, então para mim; uma que eu tenho no meu braço agora mesmo, é o logo da Igreja. Esse é um memorial que Deus me deu.”

Ele enfatizou que antes dos adolescentes fazerem tatuagens, eles devem perguntar aos seus pais primeiro e se eles não derem permissão, da mesma maneira que eles querem proclamar sua fé, é melhor obedecer a seus pais, acima de tudo.

Ele assumiu hipoteticamente que a mãe de Bieber aprovou sua tatoo e se esse é o caso, ele é bem favorável de sua decisão, especialmente considerando que Bieber é uma das maiores celebridades no mundo.
“Justin Bieber, ele é indiscutivelmente uma das maiores celebridades do mundo neste momento. Eu penso em seu caso, é uma maneira poderosa de dizer ‘eu sigo Jesus.’”

Especula-se que o vencedor de seis Prêmios de Música do Billboard fez sua tatuagem em uma recente viagem à Israel durante seu tour “My World” em abril, mas nada foi confirmado.

“É fantástico se os jovens cristãos têm tatoos cristãs, mas eles têm que ter o OK de seus pais primeiro,” enfatizou Bonenberger.

Fonte: Gospel Prime

Com informações The Christian Post

Agora esculhambou tudo de vez, era só o que me faltava, Justin Bieber evangelizando o mundo com sua tatuagem, (kkkkkk) me desculpe irmãos, mais isso é ridículo, e esse "Pastor" tá querendo fazer uma média com as adolescentes "crentes" (crentes?), meu irmão vai pregar a palavra deixa de falar bobagem.

Quem ganha almas são nossos missionários, que estão doando sua vida por amor a Cristo, ai o varão  vem falar de Juntin Bieber evangelizando, que é isso? Sou lider de jovens, e sei o estrago que este camarada está fazendo no meio dos nossos jovens, "evangelizando" esta é boa, vai orar por nossos missionários meu irmão, vai contribuir, para de trabalhar para satanás, vai incentivar seus filhos a se tatuarem, deixe os nossos em paz.

Marcos Melo

Convenção Batista Brasileira fala sobre a decisão do STF; “Iniquidade Institucionalizada”


A Convenção Batista Brasileira escreveu uma nota alertando seus fieis sobre a decisão do Supre Tribunal Federal que aprovou a união estável entre pessoas do mesmo sexo e o reconhecimento dessa união como família.

O documento assinado pelo presidente da CBB, pastor Paschoal Piragine Júnior, tem o objetivo de alertar a Igreja sobre o perigo dessa decisão. Um desses perigos, diz o texto, é destruir o conceito de família (que não é só cristão, mas universal e multicultural) para reconstruí-lo sob a égide somente da afetividade e não em toda a dimensão de suas funcionalidades como base da sociedade.

A nota da CBB caracteriza a atitude do STF como “a iniqüidade institucionalizada”.

“Assim, conclamamos a sociedade brasileira a continuar mostrando que existem opiniões divergentes. Sem discriminação e com respeito a cada indivíduo, tais manifestações visam a defesa de valores pessoais e sociais, com integridade,” diz um trecho da carta.

Leia na íntegra:

“Um dos papeis da Igreja na sociedade é ser uma consciência profética capaz de ajudar a cada ser humano (entendido como um indivíduo livre e competente diante de Deus e dos homens, vivendo em uma sociedade pluralista) a discernir valores essenciais que norteiam os relacionamentos em todas as suas dimensões.

É nesse contexto que os batistas – integrantes de uma denominação cristã que, ao longo de toda a sua história, defende a liberdade religiosa, de consciência e de expressão – se manifestam para alertar sobre os perigos que a sociedade brasileira corre diante das novas conjunturas sociais aprovadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que estão sendo propaladas por leis que tramitam no Congresso 
Nacional e por ações promovidas pelo Executivo.

Assim, alertamos para o perigo:

• De construir uma sociedade em que a legalidade pode ser estabelecida pelos interesses políticos e inclinações pessoais, como ocorreu no caso da releitura contraditória feita pelo STF do artigo 226 da Constituição Federal. O artigo diz:

“Art 226 – A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
(…)
§3o – Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.
§4o – Entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes.
§5o – Os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.

Quando uma casa que tem como principal missão defender a Constituição a rasga, corremos o perigo de viver um Estado jurídico de exceção, ao qual a nação brasileira não deseja retroceder.

De destruir o conceito de família (que não é só cristão, mas universal e multicultural) para reconstruí-lo sob a égide somente da afetividade e não em toda a dimensão de suas funcionalidades como base da sociedade.

De criar uma sociedade em que os valores essenciais são relativizados, pois onde tudo é relativo nada sobra para apoiar os alicerces do nosso futuro.

De viver em uma sociedade que abandona os valores divinos revelados nas Escrituras Sagradas, pois a História, desde os tempos bíblicos, têm demonstrado que sociedades que abandonaram os valores mais elementares implodiram por perderem os seus pilares sustentadores – ainda que tenham sido, em algum momento, grandes potências no contexto universal.

Tais atitudes nada mais são do que a iniqüidade institucionalizada. Assim, conclamamos a sociedade brasileira a continuar mostrando que existem opiniões divergentes. Sem discriminação e com respeito a cada indivíduo, tais manifestações visam a defesa de valores pessoais e sociais, com integridade. 

Somente quando todos os segmentos da sociedade se expressam é que as forças políticas de nossa nação se sensibilizam para obviedade dos valores essenciais, como no caso recente da decisão de nossa presidente, Dilma Rousseff, ao impedir a distribuição do chamado “kit contra a homofobia ” nas escolas públicas.

Curitiba, 27 de maio de 2011

Pr. Paschoal Piragine Jr.

Presidente da Convenção Batista Brasileira.”

Texto extraído da Convenção Batista Brasileira

Fonte: Gospel Prime

Filho ateu faz prova com Deus e sua mãe ganha US$ 1 milhão na loteria


Depois que seu filho ateu fez prova de Deus pedindo para ele comprovar sua existência fazendo com que sua mãe ganhasse US$ 1 milhão de dólares, Gloria Bentivegna ganhou na loteria de Nova York e receberá US$50 mil dólares por ano, durante 20 anos.

O que torna essa notícia algo relevante é que Sal Bentivegna, até então era ateu. Ele orou em um momento de desespero e sarcasmo ao ver sua mãe perder muito dinheiro em um cassino durante uma viagem da família para Atlantic City.

O jovem chegou a sugerir para que Gloria, católica, orasse para que Deus lhe desse um milhão. Ela não aceitou.

Mas o jovem de 28 anos resolveu provar e orou: “Deus, não sei se você é real ou não, mas se você estiver
aí, por favor, faça minha mãe ganhar um milhão de dólares”. E acrescentou: “Se Jesus deseja que eu acredite nele, é isso o que ele vai fazer.”

Milagre ou não, no dia seguinte a senhora Bentivegna ganhou o primeiro prêmio do Sweet Million, na Loteria de Nova York. Assim que voltou de Atlantic City, Gloria Bentivegna foi a um evento de caridade de uma igreja em Long Island, NY, onde comprou um bilhete de “raspadinha” chamada Sweet Million. A intervenção aparentemente divina fez com que Sal Bentivegna cumprisse a promessa e se tornasse cristão.

“Vejam só, ela recebeu o dinheiro no dia seguinte. Eu sentei e pensei sobre isso e percebi que as chances disso acontecer eram ínfimas. Não posso negar que Jesus teve alguma participação. Sem trocadilhos, foi um presente de Deus”.

A mãe emocionada agradece a Deus pelos dois milagres, a conversão do filho e o prêmio em dinheiro.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Pavablog

ONU critica Brasil por permitir ensino religioso em escolas públicas


Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) que será apresentado essa semana ao Conselho de Direitos Humanos fará um alerta ao Brasil porque foi revelado que centenas de escolas públicas em pelo menos 11 Estados brasileiros desrespeitam o caráter laico do Estado e impõem o ensino religioso.

A pesquisa foi realizada pela relatora da ONU para o direito à cultura, Farida Shaheed, que também alerta que intolerância religiosa e racismo “persistem” na sociedade brasileira.

Shaheed pedirá uma posição mais forte por parte do governo para frear ataques realizados por “seguidores de religiões pentecostais” contra praticantes de religiões afro-brasileiras no País.

A relatora também chamará a atenção para uma das maiores preocupações é o com o ensino religioso, assunto que pôs Vaticano e governo em descompasso diplomático.

Os Estados citados por Farida, que visitou o País no final do ano passado, são Alagoas, Amapá, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A representante da ONU diz ter recolhido pedidos para que o material usado em aulas de religião nas escolas públicas seja submetido a uma revisão por especialistas, como no caso de outros materiais de ensino. Além disso, “recursos de um Estado laico não devem ser usados para comprar livros religiosos para escolas”, esclarece.

Para ela as principais preocupações que impedem a implementação efetiva do que é previsto na Constituição são: deixar o conteúdo de cursos religiosos serem determinados pelo sistema de crença pessoal de professores ou administradores de escolas; usar o ensino religioso como proselitismo; ensino religioso compulsório e excluir religiões de origem africana do curriculum.

Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação  o ensino religioso deve ser oferecido em todas as escolas públicas de ensino fundamental, mas a matrícula é facultativa. A legislação também pede que a definição do conteúdo seja feita pelos Estados e municípios, mas afirma que o conteúdo deve assegurar o respeito à diversidade cultural religiosa e proíbe qualquer forma de proselitismo.

“Em tese, deveria haver um professor capaz de representar todas as religiões. Mas, como sabemos, é impossível”, explica Roseli Fischmann, da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP)

Para a professora da USP a educação religiosa deve ser restrita aos colégios confessionais, pois lá, o pai matricula consciente de que seu filho terá o ensinamento religioso.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Paulopes

Meus irmãos, acho muito interessante a ONU criticar o Brasil por isso, e não criticar o absurdo do Kit Gay, pelo amor de Deus, querem de todas as formas possíveis, fazer com que nossas crianças cresçam sem Deus, isso é uma vergonha pura. (Marcos Melo)

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Igreja Universal constrói escola de formação profissional na Angola


A Igreja Universal do Reino de Deus começou a construção de uma escola profissionalizante na cidade de do Lubango, província de Huíla, na Angola.

O projeto contará com seis salas de aula com capacidade para 210 alunos. Nela serão oferecidos cursos de eletricidade, serralharia, carpintaria, mecânica e informática.

De acordo com responsável evangelístico de Angola, bispo Augusto Dias, o objetivo é oferecer formação profissional para os jovens, principalmente, para os que se encontram desempregados, deficientes físicos e órfãos.

A obra está orçada em 200 mil dólares e será edificada numa área de 940 metros quadrados, que comportará áreas administrativas (gabinetes para diretores), pátio, áreas de recreação, oficinas e lavatórios.

A construção da escola terá a duração de três meses e vai proporcionar 20 empregos diretos.
Além dessa escola, a IURD pretende ainda construir outros centros de formação profissional nas províncias de Benguela, Kwanza Sul e um de saúde em Malanje.

Luta contra o analfabetismo

A IURD trabalha desde 1991 com o programa contra o analfabetismo, o Projeto Ler e Escrever, que começou no Rio de Janeiro, se espalhou pelo Brasil e hoje também é oferecido na Argentina, Angola, Moçambique e Portugal, procurando, além da educação, levar a seus alunos amor e dedicação.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Arca Universal

Pastor é condenado à prisão por vender Green Cards falsificados


O pastor evangélico Felipe de Jesus Coronel Pacheco, 55 anos, e seu comparsa Luis Angel Tovar Cisneros, 38 anos, foram condenados, no último dia 20, a 1 ano de detenção pela acusação de fazer e distribuir “Green Cards” (documento que comprova a residência permanente) falsos.

O pastor é líder do Ministério Epicentro Onde Nasce a Bendição, em Austin e em meados de 2010 se mudou para San Antônio, no Texas, se passando por agentes do Departamento de Imigração.

Segundo documentos da Corte americana os réus são naturais do México e assumiram a culpa referente à acusação de conspirar para manufaturar cartões falsos de residência permanente.

O Juiz Fred Biery os condenou a 12 meses e um dia de prisão. Cisneros, que vive nos EUA desde 2004, enfrentará a deportação certa e Pacheco, que possui o Green Card, pode também ser deportado.

Quando aplicou para a cidadania, o pastor indicou em sua aplicação que nunca havia sido preso posteriormente ou acusado de qualquer delito, entretanto, ele já havia sido preso por dirigir alcoolizado e enfrentou acusações relacionadas às drogas na década de 80. O juiz o repreendeu por não praticar aquilo que ele pregava e por mentir. “Isso não é hipocrisia?”

Durante cinco meses, agentes do ICE encomendaram documentos falsos a Cisneros por US$ 160 e, secretamente, observaram ele os obtendo de Pacheco. Após vasculhar a residência dos suspeitos, os agentes encontraram Green Cards falsos, 1 máquina de plastificar, computadores e impressoras.

O assistente de Promotoria Pública, Bill Baumann, disse ao juiz que os réus venderam 5 conjuntos de documentos aos agentes, mas que eles admitiram ter vendido entre 60 e 100 documentos ao todo.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Brazilian Voice

Adolescente russa se mata com medo da previsão de Harold Camping

De acordo com um jornal russo, uma adolescente de 14 anos, moradora da República Mari El, na Rússia Central, cometeu suicídio no dia 21 de maio, por acreditar nas previsões de Harold Camping.

Nastya Zachinova escreveu em seu diário que não seria arrebatada por não ser uma pessoa boa e não queria ficar na Terra sofrendo.

Na previsão do líder da Family Radio o dia 21 de maio seria o dia do arrebatamento e quem não fosse levado passaria por dias terríveis até que no dia 21 de outubro o mundo seria destruído.

“Nós não somos as pessoas justas, somente eles irão ir para o céu, e os outros ficarão aqui na Terra para passar por terríveis sofrimentos,” escreveu a jovem que ainda explicou sua decisão. “Eu não quero morrer como os outros. Por isso é que eu vou morrer agora.”

Segundo informações da Agência Estatal de Notícias, RIA Novosti, a menina se enforcou.

Na segunda-feira, Camping falou aos jornalistas sobre sua previsão errada e um repórter informou ao radialista da notícia que a mãe tinha tentado se matar e duas crianças porque ela acreditou em seus ensinamentos do dia do julgamento de 21 de maio.

Quando Camping ouviu que a mãe não teve sucesso, ele disse que ele se sentiu aliviado.

“Assassinato é terrível. é contrário a qualquer coisa que a Bíblia ensina,” disse o pastor de 89 anos. “Isso teria sido algo terrível se ela tivesse feito. A Bíblia ensina que nós temos que salvar vidas, não matar.”

Quando pressionado pelo repórter sobre se ele iria aceitar a “responsabilidade por isso,” Camping respondeu que não.

“Eu não tenho qualquer responsabilidade. Eu não posso ter responsabilidade pela vida de ninguém. Eu estou somente ensinando a Bíblia,” disparou ele de volta.

Fonte: Gospel Prime

Com informações The Christian Post

Ministério faz proposta milionária à Family Radio por suas estações após nova data de Fim do Mundo



A companhia Bible Answers, ministério americano de ensino da Bíblia, está oferecendo à Family Radio US $1 milhão para comprar toda a sua rede de 66 estações nos EUA. O grupo pretende ficar com as rádios no dia seguinte ao dia 21 de outubro, nova data para o fim do mundo dada por Harold Camping.

O administrador da abibleanswer.org, Richard Myers, quer mostrar que Harold Camping, presidente da
Family Radio, não acredita em suas próprias previsões. “Depois de tomar o dinheiro de seus seguidores, deixemos que Harold desista de tudo para mostrar que acredita no que ele está pregando,” escreveu Myers em seu website.

A primeira proposta da Bible Answer foi feita em fevereiro, três meses antes da previsão da data do Arrebatamento que seria dia 21 de Maio. Naquela época, o ministério ofereceu assumir os postos a partir de 22 de maio e disse que estava realmente “pagando muito mais do que a estação vale desde que não teria nenhum aumento de valor em menos de três meses.”

O ministério tem interesse nessas rádios porque elas estão localizadas em ótimos pontos dos Estados Unidos.

“Queremos continuar de onde Harold Camping parou. Iremos apresentar a verdade do evangelho, tocaremos a mesma música cristã conservadora, faremos leituras bíblicas da Bíblia King James, mas nós jamais marcaremos data para uma próxima vinda de Jesus,” diz o texto.

Além da oferta de compra para a Family Radio, Myers disse que ele está convocando o conselho de diretores da Family Radio para remover Camping de seu posto e interromper a transmissão de seus ensinamentos.

“Ele não é capaz de divulgar essas falsas doutrinas sem o envolvimento direto deles. Há uma grande responsabilidade que repousa neles para fazerem o que é certo,” disse o administrador da Bible Answer.
Myers pediu que o conselho da Family Radio olhe para o registro do passado de Camping e pare de seguir o homem “que rejeita muito da verdade da Bíblia.”

“Um falso profeta uma vez é suficiente, mas duas vezes é demais,” enfatizou.

Fonte: Gospel Prime

Com informações The Christian Post

Os dons espirituais cessaram? Teólogo afirma que não

 O pastor e teólogo Marcello Oliveira escreveu um estudo em seu blog onde afirma que os dons espirituais descritos pelo apóstolo Paulo em I Coríntios 12 não cessaram e continuam manifestos na igreja contemporânea.

Neste texto Paulo fala sobre os dons da sabedoria, da palavra da ciência, da fé, dons de curar, de operar maravilhas, de profecia, dom de discernir espíritos, variedade de línguas, e interpretação de línguas.

“Os dons espirituais não foram dados à igreja para projeção humana nem como aferidor da verdadeira espiritualidade. Os dons espirituais foram dados para a edificação do corpo de Cristo,” diz o pastor.

Para ele há três grupos de pessoas com posicionamentos diferentes sobre os dons espirituais dentro da igreja.

Primeiro tem os cessacionistas, pessoas que acreditam que esses dons só foram manifestos na igreja primitiva. Em segundo está o grupo que o pastor Oliveira classificou como ‘ignorantes’, se referindo a um grupo de cristãos que não sabem nada sobre os dons.

Em terceiro lugar estão os que crêem na atualidade dos dons espirituais, grupo no qual Marcello Oliveira se encaixa, acreditando que esses dons são concedidos pelo Espírito Santo e que ainda estão disponíveis na igreja contemporânea.

O pastor também ensina sobre outros versículos desse capítulo dizendo que as palavras do apóstolo Paulo tratam de dons, de serviços e de realizações. Ele conclui que os dons vêm pela graça de Deus, para que as pessoas sirvam e ajudem outras pessoas.

“Deus nos dá dons para servirmos uns aos outros e não para nos exaltarmos nossas virtudes ou habilidades. A finalidade do dom espiritual não é autopromoção, mas a edificação do próximo,” escreve.

Confira o estudo aqui

Fonte: Gospel Prime

Aliança de Batistas do Brasil apóia decisão do STF sobre união gay


A Aliança de Batistas do Brasil aplaudiu a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que concede direitos civis a pessoas do mesmo sexo vivendo em situação estável, pois entendem que um de seus principais papéis é enfrentar a intolerância presente na sociedade brasileira.

Um documento dos batistas, assinado pela presidente da instituição, pastora Odja Barros diz que a Aliança “compreende como uma ‘boa nova’ o fato de que as pessoas identificadas sob a rubrica LGBTS (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Simpatizantes) estejam sendo incluídas no ideal de equidade social defendido pela Constituição Federal Brasileira.”

Para eles a decisão do STF trata de uma reparação a uma minoria historicamente tratada como pessoas de segunda categoria, estigmatizadas e sem uso pleno da cidadania.

“Não defendemos essas ideias por mera sofisticação cultural, muito menos para sermos fiéis à cultura presente, mas a defendemos como conseqüência de nossa leitura do Evangelho de Jesus Cristo e de nossa relação com a herança batista da qual fazemos parte”, escreveu Odja Barros que não encara o reconhecimento de direitos civis a pessoas do mesmo sexo vivendo em união estável como uma “onda de imoralidade”.

A sede da Aliança fica em Maceió e está presente em Pernambuco, Alagoas, Bahia e Rio de Janeiro.

Fonte: Gospel Prime

Com informações ALC

Idosa chutada em templo da Igreja Universal receberá R$ 51 mil


A Justiça do Rio de Janeiro negou um pedido feito pela Igreja Universal do Reino de Deus em Rio das Ostras para diminuir a indenização de R$ 51 mil a ser paga a uma fiel de 71 anos à época que foi chutada durante um culto em 2004. Segundo nota do Tribunal de Justiça desta quarta-feira, o golpe, proferido por um auxiliar do pastor, lançou Edilma de Oliveira por 3 m. Ela sofreu uma fratura na perna com lesões irreversíveis.

Nos autos, consta que Edilma não recebeu socorro após o acidente. Ela foi submetida a duas cirurgias para colocação de parafusos de platina. Em consequência, a idosa passou a necessitar de consultas médicas periódicas e também de tratamento fisioterápico. Além disso, ficou impossibilitada de fazer suas tarefas domésticas e os doces que vendia para ajudar seu sustento.

Em apelação, a Igreja pediu a nulidade de parte da sentença de primeiro grau quanto à condenação dos danos emergentes, dos alimentos indenizativos e contra o período fixado aos alimentos, porque a autora não teria comprovado despesas com o evento e renda mensal. A ré também tentou convencer a Justiça de que o fato de a mulher ter idade avançada e alguns problemas de saúde seria motivo para diminuir a indenização.

“Como se a dor moral do idoso valesse menos”, disse o desembargador relator da 15ª Câmara Cível, Celso Ferreira Filho.

Na decisão, o relator afirmou que a Igreja reconheceu que o caso ocorreu no interior de suas dependências, “lugar que por sabença comum, se destina a práticas espirituais que deixam muitas vezes os fiéis fora de si”.

Segundo o desembargador, “não foi fruto do acaso nem fato imprevisível que a autora tenha entrado sã nas dependências da ré e de lá saído incapacitada em razão de lesões”.

Na decisão, o desembargador, ao manter a sentença de 1º grau, perguntou: “será que a ré não tem a percepção para dimensionar a dor sofrida por uma idosa que entrou íntegra em suas dependências apenas para orar e, ao sair, estava multilesionada, tendo que percorrer uma verdadeira “via crucis”, por corredores de hospitais e através da interminável estrada da terapia medicamentosa?

Fonte: Terra

Profeta afirma que Deus veio espiritualmente no dia 21 de maio e que o Fim do Mundo será 21 de outubro


O Dia do Julgamento em 21 de maio chegou, um Juízo Final disse sem remorso o pregador Harold Camping, segunda-feira.

“Em 21 de maio, este fim de semana passado, este é onde o aspecto espiritual disso realmente vem passando. Novamente Deus trouxe julgamento sobre o mundo. Não vejo nenhuma diferença, mas Deus trouxe o Dia do Julgamento de se incidir por todo o mundo. Todo mundo está sob o Dia do Julgamento e vai continuar mesmo até 21 de outubro de 2011 e nesse tempo, todo o mundo será destruído,” proclamou.
21 de maio foi uma vinda espiritual, ele insistiu.

Camping falou publicamente nesta segunda-feira pela primeira vez desde sua fracassada previsão do 21 de Maio Dia, não oferecendo nenhuma desculpa, mas continuando a falar de seu “momento difícil” no fim de semana e seguindo adiante sua mensagem de julgamento com um novo ângulo.

O presidente da Family Radio disse que concordou em falar, porque muitas pessoas lhe pediram e que ele tinha que “honradamente” enfrentar.

“Você está pronto para atirar-se ou ir em viagem de bebida ou qualquer outra coisa?” Camping disse de perguntas das pessoas a ele.

“Eu posso dizer com toda franqueza que, 21 de maio chegou e passou, foi um momento muito difícil para mim, um momento muito difícil. Fiquei me perguntando: ‘O que está acontecendo?’” disse ele, falando da sede da organização em Oakland, Califórnia.

A emissora de rádio de 89 anos disse que ele orou e revisou a Bíblia e concluiu que ele estava olhando para a Bíblia mais factual do que espiritualmente.

“A Bíblia é um livro muito espiritual. Existem muitas coisas que são muito concretas, muito factual, é claro, mas há um monte de coisas que são muito espirituais. Como saber se a olhar para ela com uma compreensão espiritual ou um entendimento factual é difícil saber,” disse Camping.

“O fato é que quando olhamos para ele mais espiritualmente, então nós descobrimos que Ele veio.”
Ele chegou a sugerir que 21 de outubro ainda é a data do Fim do Mundo, mas foi vago sobre como o período seria até lá.

Foi primeiro comunicado oficial de Camping a ser liberado desde sexta-feira, dia em que ele previu para ser o começo do fim do mundo.

Seus comentários foram transmitidos ao vivo segunda-feira, no início das 08:30 (ET) durante o programa “Fórum Aberto” da Family Radio, por rádio através de estações FM da organização e pela televisão no Canal 28 KFTL. Os membros da imprensa foram autorizados a ficar dentro do escritório da Family Radio e ouvir enquanto Camping dava a sua declaração.

Antes do discurso de segunda-feira, Camping se recusou a conceder entrevistas para responder sobre sua previsão errada. Para os poucos meios que conseguiram alcançá-lo, Camping disse poucas palavras e indicou que ele precisava de tempo para pensar antes de responder.

No domingo, ele disse ao San Francisco Chronicle que ele ficou “perplexo” que o arrebatamento não aconteceu. Falando a International Business Times, que o atendeu em sua casa, em Alameda, Camping chamou a data de 21 de maio um “grande negócio” e algo que ele teve que “conviver.”

Conduzindo a sua data Dia do Julgamento, Camping tinha corajosamente previsto que o Arrebatamento iria ocorrer às 6:00h da tarde em 21 de maio de 2011 e que o mundo seria destruído cinco meses depois, em 21 de outubro de 2011.

Um orador regular em programas de rádio da família, Camping alegou que ele havia decodificado números na Bíblia para prever o fim dos dias. Baseado em seus cálculos, ele concluiu que o Arrebatamento aconteceria 722.500 dias depois que Jesus havia sido crucificado no Gólgota.

O co-fundador da rede de rádios cristãs com 66 estações em todo o país também previu que em 21 de maio haveria terremotos em todo o mundo e que cerca de três por cento da população mundial seriam arrebatados, enquanto o resto do mundo iria suportar a tribulação até 21 de outubro, quando o mundo inteiro seria destruído.

Transmissões da rede estão disponíveis em 61 idiomas on-line.

Fonte: The Christian Post

Marcha para Jesus reúne 50 mil pessoas em Curitiba


A 6ª edição oficial da Marcha para Jesus aconteceu no último sábado, 21, e reuniu cerca de 50 mil pessoas na capital paranaense. Com a apresentação de bandas gospel e palestras, a caminhada já se firmou como um espaço de defesa dos valores cristãos.

O evento, que faz parte do calendário oficial de Curitiba desde 2005, contou com a participação do prefeito Luciano Ducci, do governador Beto Richa e do autor da lei que criou a marcha, vereador Pastor Valdemir Soares.

Com o tema “Somos um”, a Igreja Evangélica mostrou a unidade e força dos fieis, destacando a defesa dos valores da família e da vida. Com início às 9h, na Praça Santos Andrade, a caminhada seguiu pelas ruas da cidade com orações, mensagens e canções de paz, chegando ao Palácio Iguaçu, no Centro Cívico, por volta do meio-dia.

Em entrevista coletiva, o vereador Pastor Valdemir Soares ressaltou a posição contrária da Igreja Evangélica em relação a assuntos como a entrega do kit gay nas escolas e a decisão do STF que reconhece a união estável de pessoas do mesmo sexo.

O governador Beto Richa agradeceu o trabalho importante que as igrejas evangélicas têm feito na área social, como a recuperação de drogados, ressocialização e amparo à base familiar.

O prefeito Luciano Ducci parabenizou o evento e ainda recebeu dos grupos de pastores orações em favor do sucesso da sua administração à frente da cidade de Curitiba.

 Assessoria

Promessa: Rede Globo produzirá festival de música gospel


 Com a clara estratégia de fazer frente à Rede Record e conquistar a uma fatia do tão cobiçado público evangélico, a Rede Globo resolveu investir em um festival gospel que acontecerá no final do ano no Rio de Janeiro. Amauri Soares, diretor de eventos e projetos especiais da emissora é o idealizador do evento que se chamará ‘Promessa’.

Nele se apresentarão os campeões de vendagem da gravadora da Globo como Ana Paula Valadão e Diante do Trono. O grupo é um dos carros chefes em vendas da gravadora, superando artistas seculares de renome.

Os outros artistas a se apresentarem ainda não foram divulgados mas pode-se adiantar que este é um projeto revolucionário, como nunca se viu antes na televisão brasileira. As informações são de Lauro Jardim, colunista da revista Veja, no Radar Online.

Fonte: Gospel Prime

Pastores conservadores proíbem Oficina G3 de tocar em evento


O grupo Oficina G3 não vai mais participar da Exposição Agropecuária da cidade de Goianésia (GO) porque os pastores mais tradicionais pediram aos organizadores do evento cancelar a apresentação por não concordarem com o estilo musical da banda.

A Pecuária 2011 é um evento tradicional da cidade que reúne exposição de animais, máquinas e barracas do comércio municipal e além disso também traz shows de grupos consagrados tanto bandas seculares como bandas cristãs, católicas e evangélicas.

Mas neste ano o Sindicato Rural teve que acatar o pedido dos pastores e cancelou a participação da banda que representaria os evangélicos no evento.

O pastor da maior denominação da cidade entende que a presença dos músicos Jean, Duca, Juninho Afram e Mauro seria um “mau exemplo” para a juventude da cidade.

Os jovens que curtem o som da banda fizeram um abaixo-assinado para tentar impedir a ação de alguns dos líderes religiosos, mas foi em vão.

Segundo Wilson Portilho, Presidente do Sindicato Rural, realizador da festa, o cancelamento do show não teve nada a ver com o Sindicato que apenas recebeu a opinião dos pastores em cancelar, da mesma maneira que recebeu para contratar antes.

O pastor que não teve o nome revelado chegou a dizer que, caso a banda participasse da feira, os fiéis estariam proibidos de visitar a festa, não somente na noite do show, mas a qualquer dia do evento.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Correio Goiano

Evangélicos ameaçaram convocar Palocci para vetar distribuição do kit gay


Na terça-feira, 24, parlamentares das Frentes Evangélica, Católica e da Família se reuniram de forma emergencial para discutir medidas que seriam tomadas para forçar o governo a alterar o material do chamado kit gay elaborado por ONGs a pedido do ministério da Educação.

A reunião foi marcada porque os parlamentares se sentiram desrespeitados pelo ministro Fernando Haddad que mentiu ao dizer-lhes que alteraria o material e depois revelou à imprensa que não mudaria nada, já que as cartilhas e os vídeos que serão distribuídos em 6 mil escolas públicas já estão prontos.

De acordo com o deputado João Campos (PSDB – CE), líder da bancada evangélica, se o governo insistisse em manter o kit, eles bloqueariam a votação na Câmara e apoiariam a convocação do ministro Palocci para dar explicações.

Além dessa convocação ao ministro da Casa Civil os parlamentares cogitavam outras medidas como a saída do Ministro da Educação; a criação de uma CPI para apurar as denuncias de irregularidades no MEC; a obstrução de todas votações do plenário e também a convocação do ministro Fernando Haddad, na comissão de Educação e Cultura, para explicar as cartilhas sobre homofobia.

Essa reunião ganhou grandes proporções no Congresso e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho,  foi ao encontro dos parlamentares para dizer que a Presidente Dilma Rousselff decidiu cancelar a distribuição do kit gay.

Fonte: Gospel Prime

Após pressão de evangélicos, Dilma Rousseff manda suspender kit gay


Após protestos das bancadas religiosas no Congresso, a presidente Dilma Rousseff determinou nesta quarta-feira, 25, a suspensão do “kit anti-homofobia”, projeto do Ministério da Educação que seria distribuído para escolas públicas com o objetivo de diminuir a discriminação entre homossexuais.

A decisão foi anunciada pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gilberto Carvalho que anunciou também que de agora em diante todo material que versar sobre “costumes” terá de passar pelo crivo da coordenação-geral da Presidência e por um amplo debate com a sociedade civil.

Segundo o ministro, a determinação do governo não é um “recuo” na política de educacional contrária à homofobia. “Não se trata de recuo. Se trata de um processo de consulta que o governo passará a fazer, como faz em outros temas também, porque isso é parte vigente da democracia”, disse.

Os parlamentares das Frentes Evangélicas, Católicas e da Família estavam dispostos a tomarem várias medidas para que o projeto do MEC fosse alterado. Entre as medidas estavam até a tirada do ministro da Educação, Fernando Haddad, do cargo.

Fonte: Gospel Prime

Minha consciência não está à serviço de Dilma Rousseff, afirma Magno Malta

Foi divulgado na internet um vídeo de uma sessão do Senado do dia 24 de maio, terça-feira, onde o senador Magno Malta (PR-ES) fala sobre o “kit gay”, material que seria distribuído para escolas públicas e também sobre o Projeto de Lei 122/2006.

Em seu discurso ele reclama que os ministros Fernando Haddad (Educação) e Antonio Palocci (Casa Civil) se acham os “deuses do Olimpo” por não atenderem seus chamados para discutir esse tema.

Esse vídeo é sobre a fala do senador que virou matéria publicada pelo Gospel Prime no último dia 25.


Assista:




Fonte: Gospel Prime

Centro de Convenções do Centenário beneficiará o setor de turismo em Belém


Já está em fase final a construção do Centro de Convenções do Centenário, um espaço erguido pela Assembleia de Deus do Belém, Pará, para a comemoração dos 100 anos da igreja.
Além de servir como espaço para os eventos da igreja, o centro também aquecerá o setor de turismo e eventos do Estado.

“Já temos solicitações de agendamento para cada mês”, diz o pastor Samuel Câmara, líder da Assembleia de Deus no Pará. “Isso vai ser importantíssimo para a economia de Belém e vai alavancar o turismo de negócios, principalmente porque estamos criando um roteiro histórico para um futuro turismo religioso”, diz.

Para terminar a obra antes da inauguração, no dia 16 de junho, 98 operários estão envolvidos no trabalho do Centro que segue em ritmo acelerado.

“Estamos finalizando a central de ar-condicionado, a pavimentação externa, já começamos o paisagismo, vamos fazer o gradil central, com o estacionamento, as instalações todas”, diz o engenheiro Gerônimo Milan, responsável técnico pela obra.

A ideia de construir o Centro de Convenções partiu de um certo desdém no sul do país em relação à capacidade de Belém de abrigar, com boa estrutura, as celebrações do Centenário. “Queriam roubar nossa festa. Diziam que não tínhamos condições. Criamos um centro cujo ar-condicionado é mais potente que o do aeroporto. Foi projetado para refrigerar bem no pico do calor de três da tarde. Belém está dando uma surra em todo mundo”, orgulha-se Câmara.


Fonte: Gospel Prime

Com informações Diário On-line

Entrada principal da Igreja Mundial do Poder de Deus é fechada pela justiça


Na quarta-fera, 25, a Justiça de São Paulo determinou o fechamento da entrada principal da Igreja Mundial do Reino de Deus localizada no bairro do Brás, região central da capital paulista.

Essa entrada fica na Rua Carneiro Leão e os moradores dessa rua reclamam constantemente do barulho que os membros fazem aos domingos pela manhã. O culto recebe até 15 mil pessoas.

Com a entrada principal lacrada, os fieis terão que utilizar duas outras portas para ter acesso ao interior do templo, uma na Rua Visconde de Parnaíba e outra na Rua Caetano Pinto, essas entradas só poderão funcionar por mais 90 dias.

A juíza Maria Gabriella Pavlópoulos Spaolonzi, da 13.ª Vara da Fazenda Pública, determinou que o templo seja fechado para que haja reformas.

A mesma juíza havia liberado o templo em 14 de dezembro, mas voltou atrás da decisão alegando que a igreja de Valdemiro Santiago não realizou as obras necessárias e também não obedeceu ao limite máximo de 8 mil pessoas por culto.

Os vizinhos da IMPD também reclamam do comércio ilegal que se forma nos arredores da igreja e contestam que a igreja não faz nada para coibir o trabalho dos ambulantes.

Outra determinação da juíza foi para que nenhum culto tenha início antes das 9h. A sentença foi emitida após o Ministério Público enviar parecer à Justiça no qual diz que o templo emite “ruídos insuportáveis”.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Estadão

Scotty McCreery, vencedor do American Idol 2011 é evangélico


O vencedor da décima temporada do American Idol é um adolescente evangélico de 17 anos. Scotty McCreery é membro da Primeira Igreja Batista em Garner, no Estado da Carolina do Norte.

A final aconteceu nesta quarta-feira, transmitida pelo canal Sony, o jovem venceu a concorrente Lauren Alaina, 16, pelo o número de votos do público.

O novo ídolo americano gravará um disco e também vai receber outros prêmios.

Durante sua participação o reality show, o jovem aproveitou para promover a campanha “I am Second” (Eu sou o Segundo), que é representada por uma pulseira. O motivo desse movimento é inspirar pessoas a viverem para Deus e para o próximo.

Confira apresentação de Scotty McCreery:




Fonte: Gospel Prime

Com informações Igospel

Deputados da frente evangélica e católica pretendem anular decisão do STF sobre união gay

Deputados evangélicos e católicos protocolam documento para sustar a decisão do Supremo Tribunal Federal que reconheceu como entidade familiar a união entre pessoas do mesmo sexo.

Os parlamentares se reuniram na noite desta quarta-feira, 25, juntamente com o presidente da Câmara, deputado Marco Maia, para protocolar um Projeto de Decreto Legislativo que tem o objetivo de anular a decisão do STF e todos os atos decorrentes dessa decisão.

O texto do documento declara que o Supremo agiu contra sua principal função que é julgar os casos em cima da Constituição Federal e do Código Civil. Citando trechos dessas cartas os deputados caracterizavam a decisão como inconstitucional e por isso tem que ser suspensa.

O PDL tem cinco páginas e é assinado pelo deputado João Campos, presidente da FPE, que conseguiu o apoio de outros deputados para levar esse projeto à diante.




Clique aqui ter acesso ao documento na íntegra

Fonte: Gospel Prime

Augustus Nicodemus fala sobre decisão das Presbiterianas dos EUA e da Escócia de aceitarem pastores gays


O reverendo Augustus Nicodemus Lopes escreveu um artigo comentando a decisão da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (PCUSA) e da Igreja Presbiteriana da Escócia que aprovaram a ordenação de pastores homossexuais.

O pastor escreve tentando entender e, ao mesmo tempo, explicar os motivos que essas denominações tiveram e chega a três respostas: a teologia liberal que foi aceita por estas igrejas, a conseqüente rejeição da autoridade infalível da Bíblia e a adoção dos rumos da sociedade moderna como norma.

No primeiro fator pesa o fato de considerar a Bíblia como um livro escrito de acordo com as regras sociais daquela época, regras que hoje não funcionam mais para a sociedade.

Em segundo lugar está a mudança cultural entrando nos templos que já não consideram a Palavra de Deus como verdade absoluta. E em último lugar a autoridade bíblica sendo  trocada pelas referencias da sociedade moderna.

“A igreja cristã moderna, de acordo com este pensamento, vive num novo tempo, onde o homossexualismo é comum e aceito pelas sociedades, inclusive com a aprovação do Estado para a união homossexual e benefícios decorrentes dela,” escreve.

Leia o artigo completo aqui.

 Fonte: Gospel Prime

Igrejas cristãs americanas convidam sacerdotes judeus e muçulmanos para ministrações


No dia 26 de junho acontecerá nos Estados Unidos a conferência “Fé compartilhada: Unindo-se em oração e entendimento”, um evento que tem como objetivo combater a intolerância contra os muçulmanos e os estereótipos negativos de grupos religiosos.

A conferência é um projeto da Interfaith Alliance e da Human Rights First, durante este dia serão feitas leituras do Alcorão, da Torá e de outros textos sagrados.

Welton Gaddy é pastor batista e também presidente da Interfaith, organização que luta pela liberdade religiosa, sua igreja a Northminster na cidade de Monroe, Louisiana, é uma das 50 igrejas americanas que convidaram líderes judeus, muçulmanos e cristãos para que leiam porções dos textos sagrados uns dos outros.

O movimento tentará enviar uma mensagem de tolerância a todo o mundo.

Ao se reunirem para ler e ouvir trechos de textos sagrados diferentes dos seus, os organizadores acreditam que os líderes cristãos, judeus e muçulmanos envolvidos podem ser um modelo de respeito e cooperação, criando oportunidades concretas para construir e fortalecer as relações dessas tradições de fé distintas.

A primeira a realizar o evento será a mais importante igreja católica americana, a Catedral Nacional de Washington. Os organizadores pretendem levar a iniciativa a outros países no futuro.

Fonte: Gospel Prime

Com informações Pavablog

Se Jesus Cristo houvesse casado, poderia ter nascido uma raça superior, diz Marco Feliciano

O pastor Marco Feliciano lançou uma enquete em seu Twitter ensinando aos internautas que se Jesus Cristo houvesse casado, poderia ter nascido uma raça superior.

O deputado federal tentava explicar que, como Cristo não era filho só de humanos, se Ele tivesse um filho seria uma outra raça. “Possivelmente o envolvimento carnal dele com uma mulher poderia culminar com o nascimento de um outro ser, que teria um DNA diferente do normal,” escreveu.

Aos seus seguidores ele explicou que o cromossomo Y vem do macho e o X da fêmea, como Jesus Cristo nasceu de Maria, o cromossomo X veio dela e o Y de Deus.

“Portanto o DNA de Jesus não era como o nosso. Ele tinha cromossomos X, todavia os cromossomos Y não eram humanos. Ele era em si Homem e Deus!”

Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Por que Deus escolheu a Israel para ser o seu povo escolhido?

 
Resposta: Falando da nação de Israel, Deuteronômio 7:7-9 nos diz: “Não vos teve o SENHOR afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, mas porque o SENHOR vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o SENHOR vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito. Saberás, pois, que o SENHOR, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos.”

Deus escolheu a nação de Israel para ser o povo através do qual Jesus Cristo iria nascer – o Salvador do pecado e da morte (João 3:16). Deus prometeu o Messias pela primeira vez após a queda de Adão e Eva no pecado (Gênesis capítulo 3). Deus mais tarde confirmou que o Messias viria da linhagem de Abraão, Isaque e Jacó (Gênesis 12:1-3). Jesus Cristo é a razão final pela qual Deus escolheu Israel para ser o Seu povo escolhido. Deus não precisava ter um “povo escolhido”, mas decidiu fazer as coisas dessa forma. Jesus tinha que vir de alguma nação, e Deus escolheu Israel.

No entanto, a razão pela qual Deus escolheu a nação de Israel não foi unicamente para o propósito da vinda do Messias. O desejo de Deus para com Israel era o de que eles ensinassem aos outros sobre Ele. Israel deveria ser uma nação de sacerdotes, profetas e missionários para o mundo. O intento de Deus era que Israel fosse um povo distinto, uma nação de pessoas que guiassem os outros em direção a Deus e a Sua providência prometida do Redentor, Messias e Salvador. Em sua maior parte, Israel falhou nessa tarefa. No entanto, o propósito final de Deus para Israel, o de trazer o Messias e Salvador, foi cumprido perfeitamente – na Pessoa de Jesus Cristo.

Fonte: Gospel Prime

Texto:  Got Questions